O Conceito

Novidades

Biografias e Obras

O Escritório


5 + 5
akira umeda - yurei
alzira fragoso - encarnado
ana kesselring - corps du monde (corpos do mundo)
ana michaelis - ilusão
ana nitzan - ...foi num dia, no jardim
ana nitzan - sublimação
ana paula lobo -"e se houvesse ainda e sempre e somente palavras"
antonio sobral - arrebentação
antonio sobral - força latente
antonio sobral - perestroika
carlos emilio - cintilações
catherine ferraz - catherine, la tête dans les nuages
cecilia dequech - solitude
cristiane mohallem - canção da estrada
cristiane mohallem - céus são céus
cristiane mohallem - entre mãos: pinturas
daniella liu herzog - transpaisagens
dconcept hospeda Aluga-se
dione veiga - solutilis
edu rodrigues - geografia
edu rodrigues - válvulas
estrela do pari futebol clube
felipe o. mello - majesty
felipe oliveira mello - herdeiros
flavia vivacqua - flavia vivacqua
gabriel nehemy - azul, cinza, rosa
juliana garcia - avulsos em série
katia fiera - e quem quiser que conte outra...
katia fiera - katia fiera
kika nicolela - exquisite corpse video project
lucas lenci - aifonepics
luiz sôlha - cineramas
marcos vilas boas - cenários
marcos vilas boas - horizontes retos
marcos vilas boas - meio-dia
marcos vilas boas - na altura dos olhos
marina ayra - bruma espuma ao amanhecer-
marlene stamm - da aurora ao crepúsculo
marlene stamm - silêncio
Mosaico
néle azevedo - o que pode um corpo?
nicole mouracade-nin - cadernos de zizi
no limite da linha - coletiva de desenho
patricia bigarelli - silêncio
renata cruz - classificação das espécies
rosângela dorazio - pelas paredes
rosilene fontes - uma historia da infância
teresa berlinck - biblioteca ilustrada, sábado e domingo
vera martins - por um fio...ETERNIZADO
vicente de mello - noite americana - interiores
victor lema riqué - el bosque II
yara dewachter-quase verdades
yolima reyes - sorbitos
no limite da linha - coletiva de desenho
de 23/11/2013 à 23/12/2013.
"No Limite da Linha" -coletiva de desenho, apresenta obras dos artistas plásticos Akira Umeda, Juliana Garcia, Takako Nakayama e Thais Beltrame.

A mostra é constituída de diversas formas de desenhos, e revela discursos de estetas com bagagens distintas. O evento também marca a primeira participação das artistas Takako Nakayama e Thais Beltrame em uma exposição na galeria, que fica em dois espaços da Vila Flávio de Carvalho, nos Jardins, em São Paulo.

Uma certa solidão e surrealismo marcam a produção do artista Akira Umeda, que apresenta trabalhos da série "Projeto" (2009), realizados em marcador permanente sobre papel vegetal A2.

Juliana Garcia, que participa pela segunda vez em coletivas no espaço, traz obras que ressaltam as relações humanas, seu mote de investigação, que já teve como inspiração a população de rua.

A artista japonesa, Takako Nakayama, radicada no Brasil há 7 anos, mostra obras em que a técnica Urushi (laca japonesa) é o suporte para suas delicadas produções. Já trabalhou como restauradora do patrimônio japonês e, aos quinze anos, foi discípula do professor Kangaku Ajiro, célebre pela sua pintura de tempera.

Fantasia, infância e o lúdico. Este é o universo dos trabalhos de Thais Beltrame, que tem o desenho como seu principal suporte estético. "A primeira impressão é de um mundo de delicadeza em que poderemos passear e esquecer dos medos, obrigações e dos vícios", afirma a filósosfa e escritora Marcia Tiburi sobre a obra de Thais.