O Conceito

Novidades

Biografias e Obras

O Escritório


5 + 5
akira umeda - yurei
alzira fragoso - encarnado
ana kesselring - corps du monde (corpos do mundo)
ana michaelis - ilusão
ana nitzan - ...foi num dia, no jardim
ana nitzan - sublimação
ana paula lobo -"e se houvesse ainda e sempre e somente palavras"
antonio sobral - arrebentação
antonio sobral - força latente
antonio sobral - perestroika
carlos emilio - cintilações
catherine ferraz - catherine, la tête dans les nuages
cecilia dequech - solitude
cristiane mohallem - canção da estrada
cristiane mohallem - céus são céus
cristiane mohallem - entre mãos: pinturas
daniella liu herzog - transpaisagens
dconcept hospeda Aluga-se
dione veiga - solutilis
edu rodrigues - geografia
edu rodrigues - válvulas
estrela do pari futebol clube
felipe o. mello - majesty
felipe oliveira mello - herdeiros
flavia vivacqua - flavia vivacqua
gabriel nehemy - azul, cinza, rosa
juliana garcia - avulsos em série
katia fiera - e quem quiser que conte outra...
katia fiera - katia fiera
kika nicolela - exquisite corpse video project
lucas lenci - aifonepics
luiz sôlha - cineramas
marcos vilas boas - cenários
marcos vilas boas - horizontes retos
marcos vilas boas - meio-dia
marcos vilas boas - na altura dos olhos
marina ayra - bruma espuma ao amanhecer-
marlene stamm - da aurora ao crepúsculo
marlene stamm - silêncio
Mosaico
néle azevedo - o que pode um corpo?
nicole mouracade-nin - cadernos de zizi
no limite da linha - coletiva de desenho
patricia bigarelli - silêncio
renata cruz - classificação das espécies
rosângela dorazio - pelas paredes
rosilene fontes - uma historia da infância
teresa berlinck - biblioteca ilustrada, sábado e domingo
vera martins - por um fio...ETERNIZADO
vicente de mello - noite americana - interiores
victor lema riqué - el bosque II
yara dewachter-quase verdades
yolima reyes - sorbitos
edu rodrigues - geografia
de 9/6/2010 à 7/7/2010.
A distância natural

Em Geografia, Edu Rodrigues mostra uma série de fotografias - em formato 6x6, em película, não manipuladas - de crostas de troncos de árvores da Mata Atlântica. Esse conjunto apresenta aproximações que estão, em um primeiro momento, sobrepostas. A perspectiva predominante em todas as imagens 'e a do bird's eye - olhar de pássaro - ou a da visão aérea, proporcionada por uma máquina como o avião. Nos dois casos, somos colocados diante de uma visão que não é própria ao olhar humano.
Não demora muito, entretanto, para se perceber que, diferentemente, essas imagens aparentemente próximas e fiéis à realidade, mostrando a visão de regiões sobrevoadas, são, na verdade, closes que dificultam a ilusão e o distanciamento. Esse movimento " tão longe, tão perto" remete, por sua vez, a uma aflição familiar quando não sabemos exatamente a distancia que nos separa do "mundo".
Essa ambigüidade do trabalho é reforçada também pelo fato de Edu enquadrar as fotografias com lâminas de acrílico nas quais grava, de forma técnica, esquemas que nos lembram tanto o universo da "geografia geral", como o militar, ou seja, os enquadramentos dos mapas escolares e o imaginário envolvendo filmes e imagens reais de guerra. É inevitável lembrar também que os títulos das imagens - Caraúba, Tucupe, Cucura, Paricá - são nomes indígenas que remetem à idéia de contato original com a natureza e por conseqüência com à metáfora da preservação.
Através desse conjunto de "estratégias", nas fotos dessa serie Geografia, Edu propõe, então, significados subjetivos num contexto de aparente precisão e objetividade. Essa dubiedade permanecerá de qualquer maneira como uma inquietação presente no cotidiano de todos nós, em relação à qual a fotografia surge como o meio mais "natural" para abordar o assunto.

Camila Sposati, maio de 2010.